Veja de onde vem tanto dinheiro que sustenta o clã da Realeza britânica

Publicidade

Publicado em:

10 de
maio

Autor:

Globo.com

Há cerca de 320 britânicos mais ricos do que a família real, cuja fortuna ascende aos 360 milhões de libras (cerca de 400 milhões de euros). Mas de onde vem o dinheiro que sustenta o clã da rainha Isabel II? As fontes de rendimento são variadas, mas nenhuma é semelhante à do comum cidadão, que, basicamente, trabalha para ganhar dinheiro. Exceções feitas às princesas Beatriz e Eugénia, netas da rainha, que, apesar de receberem algum dinheiro da Coroa, trabalham a tempo inteiro. Beatriz na área da arte e Eugénia no mundo empresarial.


Sovereign Grant, um Fundo Soberano


Esta fonte de rendimento é fornecida pelo Governo. É dinheiro que resulta dos lucros gerados por propriedades e quintas da Coroa britânica. A maioria vai para os cofres do Governo, mas entre 15% e 25% destina-se à família real. Cobre custos de viagens e segurança, salários de funcionários e manutenção dos palácios. No ano fiscal de 2016-2017, a rainha recebeu perto de 50 milhões de euros deste fundo, ao qual acresceu uma quantia extraordinária para financiar a renovação do Palácio de Buckingham.


O Ducado de Lancaster


Existe deste 1265. É um ducado composto por propriedades privadas, comerciais, quintas de cultivo e residências. É com este dinheiro que Isabel II garante despesas oficiais e pessoais e que pode abranger outros elementos da família, quando a representam em público. Rendeu quase 22 milhões de euros no mais recente ano fiscal.


Balmoral e Sandringham


O castelo de Balmoral, na Escócia, e as propriedades de Sandringham, em Inglaterra, fazem parte dos bens pessoais da monarca com mais anos de reinado da Europa. Foram herança do pai de Isabel II, que sempre demonstrou grande afeto por estes lugares em particular.


A coleção de selos, as obras de arte e as joias da Coroa


São bens pessoais de Isabel Alexandra Maria, a rainha, mas, na realidade, pertencem ao Royal Collection Trust, uma fundação pública criada em 1993.



Os "salários" da família


Duque de Edimburgo


O príncipe Filipe, marido da rainha, que se retirou da vida pública no ano passado ao fim de 60 anos de compromissos reais, recebe anualmente cerca de 410 mil euros.


Príncipe Carlos e Camila, a duquesa de Cornwall


A maior fatia dos seu rendimentos provêm do Ducado de Cornwall, criado em 1337 precisamente para gerar verbas para os monarcas. Rendeu perto de 24 milhões de euros no ano passado. O casal também recebe uma porção do Sovereign Grant e alguns departamentos do Governo, com o qual paga as visitas oficiais ao estrangeiro e os salários dos militares que garantem a sua segurança. Cabe ainda ao príncipe Carlos dar uma parte do dinheiro aos filhos.


William e Harry


Ambos receberam a herança da mãe, a princesa Diana, e têm as despesas relativas a funções oficiais garantidas pela Casa Real.



Portal: Globo Expresso.Com


Compartilhar